Repetidora

Repetidora

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

FELIZ E PRÓSPERO 2015 !!!!!



Mais um ano se findando e Graças ao nosso Poder superior conseguimos caminhar neste caminho que não foi tão fácil, mas foi vencido.
Queremos que neste período que se nasce que se renova, possa renovar todos nós e familiares  com muita Saúde,Paz,Amor,Prosperidade,fraternidade e humildade para que possamos assim buscar todos os nossos sonhos e objetivos.Queremos agradecer a todos que estão firmes e fortes conosco nesta caminhada que são Guerreiros os Nossos Amigos radioamadores, nossos parceiros,nossos colaboradores, os visitantes de nossa página 80.000 Mil visitas, nossos seguidores nas redes sociais, que já são mais de 3000 amigos, enfim a todos que acreditaram, que acreditam e  pertencem a Família Repetidora Campo das Vertentes o nosso muito obrigado por tudo.
Em 2015 estaremos juntos em nossa caminhada rumo as  nossas metas, anseios e objetivos, com muita saúde e  paz !!!!

FELIZ  E PRÓSPERO ANO NOVO!!!!!!
 
                           FELIZ 2015!!!!!!

Grupo de radioamadores do Campo das Vertentes.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

AVISO METEOROLÓGICO

ESTADO DE MINAS GERAIS
GABINETE MILITAR DO GOVERNADOR
COORDENADORIA ESTADUAL DE DEFESA CIVIL
DIRETORIA DE CONTROLE DE EMERGÊNCIAS

AVISO METEOROLÓGICO

Período: 20 a 27 de Dezembro 14

Regiões: NOROESTE, TRIÂNGULO, METROPOLITANA, OESTE, CENTRAL,
SUL, ZONA DA MATA, CAMPO DAS VERTENTES e VALE DO RIO DOCE.
Neste fim de semana (20 e 21/12/2014), uma frente fria atuará próximo ao
litoral Sudeste do Brasil. Em Minas Gerais este sistema poderá causar a intensificação de
áreas de instabilidade atmosféricas provocando pancadas de chuva, que poderão vir
acompanhadas de raios e rajadas de vento.

Para próxima semana (22 a 27/12/2014) está prevista a chegada de uma
nova frente fria a partir do dia 22/12/2014, mantendo o tempo chuvoso, inclusive no
período natalino.
A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Minas Gerais alerta para a
possibilidade de acumulado significativo de chuva no decorrer da semana, nas
seguintes regiões: NOROESTE, TRIÂNGULO, METROPOLITANA, OESTE, CENTRAL, SUL,
ZONA DA MATA, CAMPO DAS VERTENTES e VALE DO RIO DOCE.

Fonte: SIMGE

RECOMENDAÇÕES :

As Coordenadorias Municipais de Proteção e Defesa Civil, COMPDEC’s,
deverão desencadear as ações previstas em seus planos de contingência, com vistas à
redução de desastres.
A população deverá ser alertada quanto ao risco de alagamentos, inundações,
enxurradas, quedas de árvores e deslizamentos de encostas. Devem ser especialmente
reforçadas as orientações para que as pessoas adotem comportamentos seguros. Dentre
outros, não transitar em áreas alagadas (a pé ou de carro), observar sinais de
encharcamento e movimentação do solo das encostas, abandonar suas residências
preventivamente, não colocar em vias públicas qualquer lixo ou materiais que possam
comprometer o escoamento de águas pluviais.

Para mais informações acesse: www.defesacivil.mg.gov.br

Belo Horizonte, 19 de dezembro de 2014.
Coordenadoria Estadual da Defesa Civil - Cedec

Rodovia Prefeito Américo Gianetti, s/n° – Bairro Serra Verde – Edifício Minas 10° andar- CEP: 31.630-900 – BH/MG
Emergências: (31) 3915-9000 / 9818-2400 Fax: (31) 3915-1039 - emergencia@defesacivil.mg.gov.br - www.defesacivil.mg.gov.br

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Campanha PROCURA-SE da Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer de São João del Rei-MG


Na madrugada de quinta-feira para sexta-feira (12/12), foram furtadas trombetas dos anjos que compõem a iluminação natalina do Largo de São Francisco, quem as encontrarem, por favor devolvam na Secretaria de Cultura e Turismo ou sede da Associação Comercial.

Amor sem beijinho,
Bochecha sem Claudinho,
Sou eu assim sem trombeta.
Ass: Anjo.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

AVISO METEOROLÓGICO



Período: 11 a 14 de Dezembro 14

Regiões: METROPOLITANA, SUL, OESTE, CENTRAL, NOROESTE, CAMPO
DAS VERTENTES e TRIÂNGULO.

Nos próximos dias, uma frente fria atuará no litoral Sudeste do Brasil. Este
sistema causará pancadas de chuva em Minas Gerais, em alguns municípios as chuvas
poderão vir acompanhadas de raios e rajadas de vento, no período compreendido entre
os dias 11 a 14/12/2014. Os maiores volumes estão previstos entre os dias 12 e 14/12/14.

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Minas Gerais alerta para a
possibilidade de acumulado de chuva significativo (100-130 mm), nas seguintes
regiões: METROPOLITANA, SUL, OESTE, CENTRAL, NOROESTE, CAMPO DAS
VERTENTES e TRIÂNGULO.

Nas demais regiões mineiras há previsão de chuva, mas os volumes
acumulados serão menores.
Fonte: SIMGE

RECOMENDAÇÕES :
As Coordenadorias Municipais de Proteção e Defesa Civil, COMPDEC, deverão
desencadear as ações previstas em seus planos de contingência, com vistas à redução de
desastres.
A população deverá ser alertada quanto ao risco de alagamentos, quedas de
árvores e deslizamentos de encostas. Devem ser especialmente reforçadas as orientações
para que as pessoas adotem comportamentos seguros. Dentre outros, não transitar em
áreas de enxurradas e inundações (a pé ou de carro), observar sinais de encharcamento e
movimentação do solo das encostas, abandonar suas residências preventivamente, não
colocar em vias públicas qualquer lixo ou materiais que possam comprometer o escoamento
de águas pluviais.

Para mais informações acesse: www.defesacivil.mg.gov.br
Belo Horizonte, 11 de dezembro de 2014.
-: ALEX DE MELO, CEL PM :-
Chefe do Gabinete Militar do Governador
e Coordenador Estadual da Defesa Civil

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Repetidor X Echolink


Devido ao avanço tecnológico e  as varias possibilidades de conexões, o echolink,, surge como mais uma ferramenta para o radioamador. Por isso pedimos informação à Anatel sobre o assunto através da Solicitação 2779239 - 2014

Pergunta:

Repetidora que não possui internet no local de sua instalação como ter o echolink ?
Como devemos proceder para instalar o sistema echolink em um repetidor de vhf 2 metros (radioamador) que não possua internet no seu local de instalação.

Resposta:

Prezado Sr., uma repetidora tipo 5 pode operar o sistema Echolink no entanto a provisão do serviço de STFC ou internet no local deve ser feita por empresa autorizada e licenciada para estes serviços basta uma licença do classe a responsável no local da internet para se fazer a transmissão para o repetidor .

Favor consultar a resolução 449/2006.

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

O seu radio é Homologado ?



Para que possamos entender um pouco sobre os trametes de  homologação de radios para  radioamador, fomos diante da Anatel através da Solicitação Número  2779226 - 2014 para podermos entender um pouco como funciona.

Pergunta

Necessito informação sobre homologação de rádios( PARA RADIOAMADOR SEM FINS COMERCIAIS),o radio uma vez constando na lista de radio homologados todo ele é homologado?Se não for o caso por favor detalhe o procedimento a ser feito para homologação de rádios.
Grato pela atenção, aguardo retorno

Resposta

Todo produto homologado deve ser identificado com o Selo da Anatel completo ou outra forma de identificação contendo ao menos o nome ou a logomarca da Anatel, seguido do número de homologação composto de 10 dígitos. O Certificado de Homologação dá direito ao uso do produto em nome do Solicitante, sendo de sua responsabilidade afixar no produto o selo contendo seu número de homologação.

Ainda que um mesmo modelo de produto já esteja homologado pela Anatel, segundo o anexo à Resolução nº 242, de 30 de novembro de 2000, o Art. 40 diz que o direito de uso da identificação da homologação não pode ser transferido ou cedido a terceiros, salvo na continuidade do uso por sucessão reconhecida pela Anatel.

Caso não se enquadre na situação acima, é necessária a entrada junto à Anatel de um novo pedido de homologação em seu nome.

Por se tratar de produto para o Serviço de Radioamador, o interessado em obter um Certificado de Homologação do produto para uso próprio, e sem direito a comercialização, deve seguir o procedimento para obter a homologação por Declaração de Conformidade. Os documentos contendo as instruções se encontram acessíveis nos links abaixo:


http://www.anatel.gov.br/Portal/exibirPortalRedireciona.do?caminhoRel=In%EDcio-Biblioteca-Apresenta%E7%E3o&codigoDocumento=274969&caminhoRel=In%EDcio-Certifica%E7%E3o%20de%20Produtos-Apresenta%E7%E3o

http://www.anatel.gov.br/Portal/exibirPortalRedireciona.do?codigoDocumento=141310&caminhoRel=In%EDcio-Certifica%E7%E3o%20de%20Produtos-Apresenta%E7%E3o

domingo, 30 de novembro de 2014

Feliz Natal e Próspero 2015.


Mais um ano se findando e Graças ao nosso Poder superior conseguimos caminhar neste caminho que não foi tão fácil, mas foi vencido.
Queremos que neste período que se nasce que se renova, possa renovar todos nós e familiares  com muita Saúde,Paz,Amor,Prosperidade,fraternidade e humildade para que possamos assim buscar todos os nossos sonhos e objetivos.Queremos agradecer a todos que estão firmes e fortes conosco nesta caminhada que são Guerreiros os Nossos Amigos radioamadores, nossos parceiros,nossos colaboradores, os visitantes de nossa página 80.000 Mil visitas, nossos seguidores nas redes sociais, que já são mais de 3000 amigos, enfim a todos que acreditaram, que acreditam e  pertencem a Família Repetidora Campo das Vertentes o nosso muito obrigado por tudo.
Em 2015 estaremos juntos em nossa caminhada rumo as  nossas metas, anseios e objetivos, com muita saúde e  paz !!!!

FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO!!!!!!
   
                           FELIZ 2015!!!!!!

Grupo de radioamadores do Campo das Vertentes.


sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Rede Nacional de Emergência - RENER

"A Rede Nacional de Emergência de Radioamadores, RENER tem por finalidade suprir os meios de comunicações usuais, quando os mesmos não puderem ser acionados, em razão de desastre, situação de emergência ou estado de calamidade pública. Auxilia em todas as situações a Defesa Civil cuja organização sistêmica no Brasil, se deu pela criação do Sistema Nacional de Defesa Civil (SINDEC), em 1988, sendo reorganizado em agosto de 1993 e atualizado em 2005".

Vocação voluntária

O voluntariado tem raízes muito antigas e profundas no Brasil. Movem-Do três sentimentos que parecem se colocar acima, até mesmo, dos condicionamentos históricos adversos: a compaixão, a solidariedade e a indignação. A RENER, da mesma forma que o radioamadorismo, tem por vocação o voluntariado e a civilidade, uma vez que é formada, em sua maioria, por cidadãos desinteressados da auto-promoção pessoal e do mercantilismo. O radioamadorismo, por excelência, é uma atividade da utilização de sistemas de telecomunicações disponibilizados pelo Estado. O radioamador é a pessoa que procura manter funcionando uma estação de radiocomunicação e, pode auxiliar as autoridades de Defesa Civil, e outras nas situações de risco e calamidades públicas, levando as comunicações aos mais longínquos rincões, por exemplo, no interior da Amazônia ou da Savana Africana.

Criação da RENER

A RENER procura através dos radioamadores voluntários ajudar a Defesa Civil nos casos de calamidades públicas, salvamentos aéreos, marítmos, etc. A rede foi criada em 24 de outubro de 2001 através da Portaria do Ministério da Integração Nacional N° 302, Norma de Ativação e Execução dos Serviços da Rede Nacional de Emergência de Radioamadores - Rener, N° 447, de 28 de junho de 2002, publicada no Diário Oficial, N° 124, Seção I, de 1° de julho de 2002


LINK PARA CADASTRO DE RADIOAMADORES VOLUNTÁRIOS

http://200.198.213.88/sgrainternet/

Segue fotos da Repetidora Campo das Vertentes que auxilia o Município de São João del Rei-MG












quinta-feira, 27 de novembro de 2014

ALERTA

AVISO  METEOROLÓGICO
26 A 28 NOV. 2014


Devido a passagem de uma frente fria, as condições meteorológicas são favoráveis à ocorrência de chuva moderada a forte, com trovoadas e rajadas de ventos ocasionais em áreas isoladas, no período compreendido entre os dias 26 a 28/11/2014.
A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Minas Gerais alerta para a possibilidade de acumulados de 70 a 100mm que podem ocasionar deslizamentos nas seguintes regiões: SUL, SUDOESTE, CAMPO DAS VERTENTES, ZONA DA MATA,  ALTO RIO DOCE, ALTO PARANAÍBA, MUCURÍ , NORTE, NOROESTE, CENTRAL e RMBH.
Para as regiões OESTE e TRIÂNGULO há a possibilidade de acumulado entre 30 e 60mm.

 Fonte:  Professor Ruibran dos Reis/INMET/SIMGE


RECOMENDAÇÕES :

Cuidado especial aos motoristas, chuvas fortes diminuem a visibilidade e a pista molhada pode ocasionar acidentes.
 As Coordenadorias Municipais de Proteção e Defesa Civil (COMPDEC) deverão desencadear as ações previstas em seus planos de contingência, com vistas à redução de desastres.
A população deverá ser alertada quanto ao risco de inundações, enxurradas, quedas de árvores e deslizamentos de encostas. Devem ser especialmente reforçadas as orientações para que as pessoas adotem comportamentos seguros. Dentre outros, não transitar em áreas alagadas (a pé ou de carro), observar sinais de encharcamento e movimentação do solo das encostas, abandonar suas residências preventivamente, não colocar em vias públicas qualquer lixo ou materiais que possam comprometer o escoamento de águas pluviais.
Para mais informações acesse: www.defesacivil.mg.gov.br

Belo Horizonte, 26 de Novembro de 2014.



Plantão da Cedec
Coordenadoria Estadual da Defesa Civil
SEMPRE PRESENTE

Antenas Omega





É com alegria que comunicamos a mais nova empresa parceira do nosso grupo que  é as Antenas Omega uma empresa localizada na cidade  de São Leopoldo RS. que a anos esta no mercado na produção de antenas para a faixa  radioamadorística  e aréa profissional, com destaca na produção de suas antenas pela matéria prima de alta qualidade, ótimo acabamento e alto rendimento, agradecemos a parceria, e  confiança e colocamos a disposição para que as Antenas Omega seja também uma referencia no Estado de Minas.

http://www.antenasomega.com.br/

Á FAMÍLIA ANTENAS OMEGA O NOSSO MUITO OBRIGADO.
FORTE 73.

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

LINK ENTRE REPETIDORAS DE VHF E UHF É LEGAL CONFIRMA A ANATEL.


RETORNANDO ASSUNTO PERTINENTE A LINK ENTRE REPETIDORAS DE VHF E UHF. SOLICITAMOS O PARECER DA ANATEL  A CERCA DO ASSUNTO ATRAVÉS DA SOLICITAÇÃO N° 2630935 - 2014.

Detalhe da Solicitação 2630935 - 2014

 Dados do usuário
Nome: XXXXXXXXXXXX  CPF: XXXXXXXXXXXX
Logradouro: XXXXXXXXXXXXXXXXX
Bairro: XXXXXXXX E-Mail:
CEP: XXXXXXXXXX Tel. Contato: (32)XXXXXX
Cidade: SAO JOAO DEL REI UF: MG

 Dados da Solicitação

Tipo Atendimento: Pedido de Informação
Tipo de Acesso: Fale Conosco
Serviço: Radioamador (PY)
Via de Resposta: E-mail
Modalidade de Serviço: NÃO APLICÁVEL
Superintendência: SOR
Motivo: Licença / Autorização
Gerência Geral: ORLE
Submotivo: Gerência:
Categoria: 
Entidade Responsável: Anatel
Subcategoria: 
Reclamado: Anatel
Diagnóstico:
Complemento da Solicitação:

Observação Solicitação:

É POSSÍVEL FAZER LINK ENTRE  REPETIDORAS DE (radioamador) VHF USANDO UMA TERCEIRA REPETIDORA DE UHF? 
Todas devidamente licenciadas e legalizadas. Existe algum impedimento legal para tal procedimento?( o ART. 40 INCISO lll NOS DÁ RESPALDO PARA O PROCEDIMENTO?)Gostaria de uma resposta da ANATEL a respeito do procedimento.Peço sua avaliação do caso e uma resposta definitiva para que não haja mais nenhuma dúvida a respeito.Agradeço de antemão sua atenção para com o fato e resposta.

 Detalhe da Solicitação

Situação: Concluída
Condição: Nova
Data do Registro: 13/11/2014
Tel. Ligação:
Número de Reiterações: 0
Número de Reaberturas: 0
Qtd de dias úteis: 7
Qtd de dias úteis reabertura: 0
Documentos Anexos: 0
Qtd de cópias: 0
Endereço da Solicitação
Endereço: Complemento:
Bairro: CEP:
Cidade: São João del Rei UF: MG

Resposta da Solicitação

Resposta: Prezado Senhor,
É permitida, mas deve seguir a canalização da Resolução 452/2006 (transmissão e recepção), assim, para o link UHF entre as repetidoras será necessário o licenciamento de estação fixa no mesmo endereço das repetidoras.
Atenciosamente, ORLE.


sexta-feira, 21 de novembro de 2014

13 ANOS DE ATRA.





quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Curso capacitação Renner Taubaté-SP


terça-feira, 18 de novembro de 2014

Saiba o que é a Brigada1




Brigada 1 - Combate Voluntário a Incêndios Florestais

A B1 reúne voluntários preocupados com os danos causados pelos incêndios florestais aos recursos naturais e à sociedade. São pessoas de diferentes níveis sociais, econômicos e profissionais que se uniram e se organizaram para desenvolver ações de prevenção e combate às queimadas. Todos os voluntários da ONG são treinados antes de se tornarem brigadistas e poderem realizar o combate direto aos incêndios florestais, sejam em Unidades de Conservação – UC’s, áreas rurais ou terrenos particulares.
Atua desde 2001 em diversas regiões do Estado de Minas Gerais e constituiu-se como Organização Não Governamental - ONG, em 2003, tendo sua sede em Belo Horizonte. Seu trabalho tem sido desenvolvido através de diversas ações e parcerias com o poder público, empresas e outras entidades sem fins lucrativos.
A B1 também estimula as discussões junto aos órgãos estaduais e municipais responsáveis pela política e pelas ações de prevenção e combate a incêndios. Realiza ainda campanhas de mobilização e sensibilização sobre os riscos e danos causados pelo fogo nas áreas naturais e promove treinamento de brigadistas em empresas e condomínios. Anualmente, desenvolve vários projetos de prevenção a incêndios, tais como blitz educativas e plantões, disponibilizando brigadistas imediatamente em caso de incêndio, e a participação em Conselhos Consultivos, além de caminhadas na natureza.
Sua atuação em Minas Gerais se tornou tão importante e reconhecida que foram criados núcleos com brigadistas treinados nos municípios mineiros de Ouro Preto, Sacramento, Mateus Leme e São João Del-Rei. Além disso, alcançou assento nos Conselhos Consultivos das seguintes Unidades de Conservação:

Área de Proteção Ambiental da Cachoeira das Andorinhas
Área de Proteção Ambiental Sul
Reserva da Biosfera da Serra do Espinhaço
Parque Estadual Serra do Rola Moça
Parque Estadual Serra Verde
Parque Estadual do Itacolomi
As atividades de prevenção e combate são realizadas, principalmente, no interior e entorno das UC’s existentes nas regiões onde há Núcleo da Brigada 1, tais como:
Parque Estadual Serra do Rola-Moça: Belo Horizonte, Nova Lima, Brumadinho, Ibirité
Parque Estadual da Baleia: Belo Horizonte;
Parque das Mangabeiras: Belo Horizonte;
Parque da Serra do curral: Belo Horizonte;
Parque Estadual Crianças se saem bem quando mães trabalham fora, diz estudorra
Verde: Belo Horizonte e Santa Luzia;
Parque Estadual do Sumidouro: Pedro Leopoldo;
Parque Estadual do Itacolomi: Ouro Preto;
Reserva do Uaimii: Ouro Preto;
SERRA DO LENHEIRO: SÃO JOÃO DEL REI;
Parque Nacional da Canastra: Sacramento, São Roque de Minas;
RPPN Santuário do Caraça: Santa Bárbara de Cocais;
RPPN Mata do Jambreiro: Nova Lima;
Serra da Moeda: Moeda, Brumadinho;
Parque Nacional da Serra do Cipó: Santana do Riacho, Jaboticatubas;
FLORESTA NACIONAL DE RITÁPOLIS:RITÁPOLIS;
REFÚGIO DA VIDA SILVESTRE LIBÉLULAS DA SERRA DE SÃO JOSÉ: TIRADENTES,SANTA CRUZ DE MINAS e PRADOS;
Parque Municipal Cachoeira das Andorinhas: Ouro Preto.

A B1 tem ampliado a sua área de abrangência com o objetivo de contribuir para a conservação dos recursos naturais e da qualidade de vida em vários pontos do Estado de Minas Gerais.

O GRUPO DE RADIOAMADORES DO CAMPO DAS VERTENTES PARABENIZA A TODOS DA BRIGADA1 PELO BELO TRABALHO FEITO EM NOSSA REGIÃO, A TODOS OS ENVOLVIDOS OS NOSSOS AGRADECIMENTOS.


segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Radioamadores na Garra.

Iano(PU4-OLD)esquerda e Vicente(PU4PGV) direita

É com muita Alegria e Satisfação que damos as boas vindas aos amigos Iano(PU4-OLD) e Vicente(PU4PGV) ambos com muita garra, força e determinação deixaram o seu Estado(MG) de origem e foram ao Estado do RJ até a cidade de Valença  para prestarem as  provas para  radioamador classe c, com muita dedicação foram aprovados com 85% de aproveitamento.

O GRUPO DE RADIOAMADORES CAMPO DAS VERTENTES  PARABENIZA  E DESEJA MUITA SAÚDE E PAZ  PARA QUE POSSAM USUFLUIR  E  FAZER VÁRIOS QSOS, SEJAM BEM VINDOS.
  DESEJAMOS OS NOSSOS PÊSAMES A LABRE-MG E A ANATEL - MG POIS É UMA VERGONHA UM ABSURDO RADIOAMADORES TEREM QUE SAIR DO SEU ESTADO PARA PRESTAR OS TESTES PARA RADIOAMADOR EM OUTRO ESTADO.

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

INCÊNDIO DA SERRA DE CARRANCAS FAZ A SUA 3° VÍTIMA.



O incêndio que consumiu a Serra de Carrancas, no Sul do Estado, fez sua terceira vítima nesta quarta-feira (12). Morreu nesta tarde o Brigadista José Ronaldo Monteiro Ferreira, de 49 anos, que se feriu no combate do fogo no local e estava internado desde 15 de outubro na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para queimados do Hospital de Pronto Socorro (HPS) João XXIII, em Belo Horizonte.
Segundo a assessoria de imprensa do hospital, ele estava em estado gravíssimo, com 40% do corpo queimado e respirava com ajuda de aparelhos. Ele tinha sido resgatado por um helicóptero do Corpo de Bombeiros, após cair em um buraco durante o combate ao incêndio.  A vítima era comerciante e presidente do Sindicato Rural de Carrancas.
fonte:R7


"QUE O PODER SUPERIOR CONFORTE A FAMÍLIA E AMIGOS"

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

PERGUNTAS MAIS FREQUENTES SOBRE "A LEI DA ANTENA"



O que é a Lei da Antena ?

A Lei da Antena é uma Lei Federal que regulamenta a instalação de antenas de estação de radioamador e outros. Por ser uma Lei Federal é mais importante do que Leis Estaduais ou Municipais. Também é mais importante do que a Convenção do Condomínio e Assembléia de Moradores. Uma Lei Federal é mais importante do que todas as outras leis,só perde para a Constituição.

Em resumo, o que diz a Lei da Antena ?

A Lei da Antena assegura ao radioamador o direito de instalar o sistema irradiante dos seus equipamentos.

Quantas antenas o radioamador tem o direito de instalar ?

O Artigo 1º da Lei estabelece o direito para um conjunto de antenas sem limitar a quantidade. Este conjunto pode ter apenas uma antena ou muitas antenas dependendo da necessidade.

O que é o sistema irradiante, conforme consta na Lei ?

A antena não funciona sozinha. Para funcionar corretamente, a antena requer, no mínimo,um suporte e o cabo para ligar no rádio. Estas coisas formam o "sistema de antenas". Além do suporte e do cabo, o sistema de antena pode ter também filtros, chaves, amplificadores,baterias, coletor solar, tirantes, aterramentos, torres, etc. A Lei da Antena assegura o direito de instalar todos os acessórios que formam o necessário sistema de antenas.

Quais são as restrições à instalação de antenas ?

Só existem 3 restrições para instalação de antenas: aeródromos, helipontos, e auxílio à navegação aérea. Não existem outras restrições legais.

Normas que o instalador de antenas deve respeitar.

O instalador deve ter qualificação adequada ao grau de complexidade da instalação e deve respeitar as normas de engenharia e as posturas aplicáveis às construções, escavações e logradouros públicos. Por exemplo, não pode instalar a antena na calçada de modo permanente.
Despesas de colocação, manutenção e retirada da antena.
Todas as despesas relativas à instalação, manutenção e retirada da antena são pagas pelo dono da antena.

fonte:http://patrulhadomeiodia.com/

terça-feira, 11 de novembro de 2014

"Aviação em Foco" EMBRAER 190


Embraer 190 da República Federativa do Brasil

click na imagem p/ ampliar

Descrição
Tipo: Avião comercial
Fabricante: Brasil Embraer
Primeiro voo: 16 de junho de 2002 (12 anos)
Capacidade de passageiros: 98/114 passageiros
Dimensões
Comprimento 36,24 metros
Envergadura 28,72 metros
Altura 10,55 metros
Propulsão
Motorização 2x GE CF34-8E (7.200 kg)
Performance
Velocidade máxima 900 km/h
Velocidade de cruzeiro Mach 0,80
Alcance (MTOW) 4.074 km  

Histórico
Após o sucesso alcançado pelos jatos regionais ERJ-145, a então EMBRAER apostou no desenvolvimento de uma nova família de aeronaves, com capacidade entre 70 e 90 passageiros, ampliado depois para 118 passageiros, com o Embraer 195.
A empresa optou por começar o desenvolvimento do zero, o que transformou os E-Jets, como são conhecidos, na primeira família desenvolvida após os Brasília, já que os ERJ são baseados na fuselagem deles.

Cabine de comando do Embraer 190
Após o lançamento do Embraer 170 e do Embraer 175, chegou a vez do Embraer 190. Maior, mais longo e pesado que os irmãos mais velhos, a aeronave voou pela primeira vez em 2004 e foi homologada em agosto de 2005. No mês seguinte, as primeiras entregas começaram, para a JetBlue, lançadora do tipo, e Air Canada.Embora seja fabricado no Brasil, somente em 2008 a Azul Linhas Aéreas Brasileiras se tornou a primeira companhia aérea nacional a utilizar os e-jets.Em dezembro de 2009, a então EMBRAER entregou ao Governo Brasileiro o segundo Embraer 190, cumprindo um contrato assinado em junho de 2008 entre a EMBRAER e o Comando da Aeronáutica, de compra de duas aeronaves para o serviço de transporte de autoridades da Presidência da República.1 O primeiro havia sido entregue dois meses antes. As aeronaves foram adquiridas para substituir os dois Boeing 737-200 FAB VC 96, em serviço desde 1976 e receberam a identificação FAB VC-2.
Em abril de 2011 a holandesa KLM encomendou 5 aeronaves desse modelo, para entrega a partir de 2012.2
Os modelos Embraer 170, Embraer 175 e Embraer 195 são seus "irmãos" menores e maiores.

fonte:www.pedia.org/wiki/

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

CONCURSO TERESINA VHF - DE 29/11/2014 a 30/11/2014



CONCURSO TERESINA VHF - DE 29/11/2014-18:00 a 30/11/2014-18:00 

REGULAMENTO

FINALIDADE 
- Homenagem e congregação em comemoração ao mês do Radioamador;
- Apresentar e executar a prática de Contest (Concurso);
- Desenvolver a ética, técnica e habilidade operacional.
- Realizar o maior número de contatos e trabalhar diferentes participantes dentro do
período da competição.

1 - PARTICIPANTES 
- Radioamadores e estações de radioamadorismo moveis e fixas, devidamente
habilitados e em situação regular junto à Anatel;
- Serão desclassificados participantes que não estejam no registro da Anatel, conferido
no site de endereço:
http://sistemas.anatel.gov.br/easp/Novo/ConsultaIndicativo/Tela.asp?SISQSmodulo=11265 

2 - CLASSES DE OPERADORES, MODALIDADES, BANDAS, DATAS E PRAZOS 
2.1 - Todas as Classes de Radioamadores (C, B e A) em situação regular na ANATEL;

2.2 - Modalidade Fonia e CW em VHF, bandas de 2m e 6m;

2.3 - Banda de 2m, preferencialmente entre 144.220 Mhz a 144.600 Mhz;

2.4 - Banda de 6m, preferencialmente entre 50.120 Mhz e 50.600Mhz, excetuando-se
50.110Mhz, considerada frequência de Chamada Geral;

2.5 - Início às 21h00min UTC (18h00min local) de sábado, 29/11/2014 e término às
21h00min UTC (18h00min local) de domingo, 30/11/2014;

2.6 - Não serão válidos contatos via Echolink e demais modos digitais que não seja
Fonia ou CW em operação VHF por rádios analógicos em modo simplex;

2.7 - Exclui-se dos contatos válidos, a utilização das frequências utilizadas pelas
repetidoras de VHF;

2.8 - São válidas as operações em estações fixas e móveis;


3 - CHAMADA PARA O CONCURSO (Concurso) 
Operação em Fonia: CQ Concurso Teresina VHF
Operaçao em CW: CQ Contest


4 - CATEGORIAS 
4.1 - RA-PI - Radioamadores com indicativos no Estado do Piauí;

4.2 - YL-PI - Radioamadoras com indicativos no Estado do Piauí;

4.3 - RA-EXT - Radioamadores ou Radioamadoras de indicativo fora do Estado do
Piaui.

 5 - INSCRIÇÕES E ANOTAÇÕES DA OPERAÇÃO
A inscrição é gratuita e o Radioamador(a) deverá atender ao regulamento que trata o
item 1, que define o Participante. A inscrição será realiza com o envio do log de
operação.

5.1 – O termo "log" é um documento eletrônico, disponível no site da realizadora do
evento, no endereço eletrônico http://www.teresinadxgroup.org, composto de 02 (dois)
grupos de dados a serem preenchidos:

5.1.1 - Cabeçalho, que deverá ser preenchida informações sobre sua estação
com os dados abaixo:
- Seu indicativo pessoal de chamada *
- Indicativo especial, caso deseje utilizar
- Classe (C, B ou A) *
- Sua categoria, conforme definida no item 4 *
- Dados de contato:
 Nome Completo*
 Endereço (rua, avenida, logradouro, etc)*
 Numero da rua ou avenida*
 Complemento do endereço (preenchimento somente se necessário)
 Bairro*
 CEP*
 Cidade*
 UF* - Unidade da Federação
 E-Mail* - endereço eletrônico, o mesmo que será enviado o log.
 Telefone* - DDD + Número
 * campo obrigatório e desclassificável em seu não preenchimento.

5.1.2 - Lista de Contatos: a cada contato realizado, as estações registrarão no log:
- Indicativo do outro(a) Radioamador(a) que realizou o contato*
- Frequência que opera no contato em modo simplex*
- Banda – de 2m ou 6m*
- Modo de Operação – Fonia ou CW*
- Grid Locator com 06 (seis) digitos
- Data*
- Hora*
 * campo obrigatório e desclassificável seu não preenchimento.

5.2 - O log de contatos deverá ser enviado em formato de planilha eletrônica, conforme
modelo anexo, copiado do site do TeresinaDxGroup (http://www.teresinadxgroup.org),
na área do Concurso, em opção: Baixar planilha de LOG do Concurso;

5.3 - Os contatos deverão ser feitos dentro da frequência válida para operação de
radioamadores, em banda de 02 metros - VHF, operado em modo simplex e em banda
de 06 metros;

5.4 - São declarados válidos os contatos realizados entre radioamadores e estações
apenas 01 (uma) vez por: banda trabalhada (2 e 6 metros) e modo de operação (Fonia
ou CW);

5.5 - É proibido a dois ou mais operadores explorarem o mesmo indicativo de chamada
em caso de uso de indicativo especial, o operador deverá enviar no log seu indicativo
pessoal;
 5.6 - É permitida a participação e competição no Contest, os Membros da Comissão
Organizadora utilizando seus indicativos pessoais;

5.7 - Serão declarados não válidos, e desclassificados, o participante que não
preencheu no formulário de envio todos os campos obrigatórios marcados com *
(asterísco) nos ítens 5.1.1 e 5.1.2.

6 – ESTAÇÃO CORINGA 
6.1 - O Contest terá uma estação especial, denominada ESTAÇÃO CORINGA, com
indicativo especial a ser divulgado ao inicio do evento, na qual fará chamadas em
horários diversos, com duração de 5min a 10min para que, em caso de contato com
outro participante do Contest, o participante terá em sua pontuação 05 (cinco) pontos
acrescidos pelo QSO realizado, conforme a regra de apenas 01 (um) contato por modo
de operação e/ou por banda.

6.2 - A chamada em indicativo especial, do tipo Coringa deverá ser operada por um dos
componentes da Comissão Organizadora, no qual fará operação em chamada
exclusiva conforme trata o ítem 6 e ao final da chamada, poderá retornar ao seu
indicativo pessoal caso esteja também como participante do Concurso.


7 - PONTUAÇÃO 
- 01 (um) ponto para contato válido entre qualquer categoria, banda ou modo de
operação;
- A pontuação só será declarada válida se recebida os 02 (dois) log´s dos contatos
entre os QSO´s com os dados compatíveis.


8 - RELATÓRIO FINAL (LOG)
8.1 - Logs preenchidos à mão ou fora de formato de arquivo definido no regulamento,
não serão aceitos. Durante a operação, por sugestão, o participante pode anotar seus
contatos como achar mais conveniente (de forma manual ou eletrônica), mas ao
término, as anotações deverão ser preenchidas em planilha eletrônica e enviadas
conforme regulamento.

8.2 - O LOG deverá ser enviado via email, 01 (um) minuto após o final do concurso
[21h01min UTC (18h01min local) de domingo, 30/11/2014] até 72 (setenta e duas
horas) após o término do Concurso [21h00min UTC (18h00min local) de quarta-feira,
03/12/2014], apenas para o endereço eletrônico: concurso@teresinadxgroup.org

8.3 - Não esquecer de preencher corretamente os dados da estação e da operação,
dados incompletos serão declarados desclassificados;

8.4 - Coloque no título (assunto), seu indicativo com o termo CONCURSO TERESINA
VHF 2014, por exemplo: SEU INDICATIVO - CONCURSO TERESINA VHF 2014.


9- DIVULGAÇÃO e PREMIAÇÃO
9.1 - Os resultados deverão ser divulgados até o dia 20 de dezembro de 2014
oficialmente no site do TeresinaDxGroup no endereço
eletrônico http://www.teresinadxgroup.org ou em outro meio de divulgação
previamente comunicado, com previsão de solenidade ou evento para entrega das
premiações.
 9.2 - Para as premiações de terceiro, segundo e primeiro colocados gerais será
concedido o troféu "Concurso Teresina VHF 2014";

9.3 - Para todos os demais participantes, que enviaram seu log de operação, serão
concedidos diplomas de participação;

9.4 - A Organizadora e Realizadora do evento está aberta para receber patrocínio de
Rádio Clubes ou individuais para ajudar nas custas do concurso. Estas doações
servirão para auxiliar na confecção dos troféus, confecção e envio pelos correios dos
certificados. O interessado que desejar ajudar, envie e-mail
para concurso@teresinadxgroup.org .


10- CONSIDERAÇÕES GERAIS
10.1 – A Comissão Organizadora solicita a todos que apliquem a ética operacional, a
obediência à legislação e o bom senso ao realizarem seus contatos, respeitando a falta
de prática ao operador novato ou que não possua habilidade na operação em
Contest´s, no qual poderá ser aplicado como motivo de desclassificação e outras
penalidades ao operador que agir sem respeito aos demais participantes;

10.2 - Respeite a QRG ocupada por outra estação;

10.3 - Observe os limites de banda e potência estabelecidos na operação e para a sua
classe;

10.4 - O operador não pode, num mesmo contato, usar mais de um indicativo visando o
acúmulo de pontos para dois ou mais participantes;

10.5 - Logs recebidos após o prazo final, não serão considerados;

10.6 - É permitida para as estações a utilização de uma estação caçadora e outra
running, todavia, não será permitida a emissão simultânea de sinais, mesmo que em
frequências diferentes.

10.7 - É permitida a utilização livre de Scanners e DX-Cluster, nos modos passivo e
ativo, exceto auto-spot.

10.8 - Caso alguma estação não envie seu log, os pontos relativos a ela não serão
considerados para nenhuma outra, portanto envie seu log, mesmo que seja como
check-log.

10.9 - Caso haja empate em alguma categoria, um dos critérios de desempate será
acrescer de um ponto o log que primeiro chegar ao correio eletrônico da Realizadora;

10.10 - Envie suas fotos e comentários para acrescentarmos ao relatório final;

10.11 - Casos omissos neste regulamento, que nos chegarem por escrito (carta ou
email) até 05 dias após o concurso, serão decididos pela Comissão
Apuradora, composta dps 07 (sete) integrantes da Comissão Organizadora.

10.12 - As decisões da referida junta serão soberanas e todos os que enviarem seus
LOGs devem estar cientes deste regulamento;

 Comissão Organizadora

PS8RV - Ronaldo Val
PS8DDR - Domingos Damasceno Rodrigues
PU8RRG - George Rio Lima
PU8PSF - Fernando Sousa
PS8ILR - Iara Leite Rodrigues
PS8AB - Anselmo Miranda
PS8PY - João Silva Neto

fonte:http://www.teresinadxgroup.org/

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

PARABÉNS A TODOS OS RADIOAMADORES BRASILEIROS !!!!!!!!


No dia 05 de novembro de 1924, o Diário Oficial da União publicou o Decreto nº 16.657, sancionado pelo então Presidente da República Arthur Bernardes, regulamentando as estações de radioamadores no Brasil. Desde então fixou-se o dia 05 de novembro como o dia do radioamador brasileiro.

O GRUPO DE RADIOAMADORES DO CAMPO DAS VERTENTES PARABENIZA A TODOS OS RADIOAMADORES BRASILEIROS , E DESEJA   QUE TODOS  POSSAM TER MUITA SAÚDE, PAZ ,  PROSPERIDADE,  E MUITOS ANOS DE VIDA  PARA COMEMORARMOS  JUNTOS VÁRIOS E VÁRIOS  DIAS 5 DE NOVEMBRO.

FORTE 73.

terça-feira, 4 de novembro de 2014

"AVIAÇÃO EM FOCO" - PORTÕES ABERTOS DA BASC 2014

Decolagem do F-16 da Venezuela, durante Cruzex em Natal.

No último dia 1º de novembro (sábado), a Base Aérea de Santa Cruz (BASC)  realizou o “Portões Abertos 2014”. O evento foi aberto ao público e fez parte das comemorações da Semana da Asa e do Aniversário da BASC (72 anos). O objetivo principal foi estreitar os laços com a sociedade local, e divulgar o trabalho realizado pela Força Aérea Brasileira (FAB).
Durante todo o dia foram realizadas  diversas atividades, entre as quais destaram-se:  shows aéreos com a Esquadrilha CEU e a Equipe Acro; exposição estática, decolagem, passagem e pouso dos caças F-5 e A-1 e de aeronaves civis; exposição estática da Esquadrilha da Fumaça (Super Tucano A-29); lançamento dos paraquedistas Falcões, equipe de Salto Livre da FAB; aeromodelismo; balonismo; exposição de viaturas militares antigas; apresentações de equipes de Artes Marciais.
A programação contou também com muita música, iniciando com as apresentações das Bandas de Música da BASC, do Colégio Dom Ótom Mota e do Colégio Apollo 12 e, à tarde, ocorreram shows musicais com os grupos Disfarce e Samba Show.
Dentro do Hangar do Zeppelin houve  exposições, vendas de artigos militares, uma praça de alimentação e uma área recreativa com brinquedos infláveis.
A entrada para o evento foi  franca, porém quem contribui voluntariamente com  1kg de alimento não perecível, para doação às instituições carentes do bairro   concorreu a um voo panorâmico na aeronave da BASC, o Caravan C-98.

fonte:http://radaraereo.blogspot.com.br/

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

SEMANA DE COMBATE E PREVENÇÃO AO CÂNCER



24 A 27 DE NOVEMBRO DE 2014

A Associação de Amparo a Pacientes com Câncer – ASAPAC de São João Del Rei convida à toda população São-joanense para participar da Semana de Prevenção e Combate ao Câncer, com destaque para o dia 27/11 - DIA NACIONAL DE COBATE AO CÂNCER, criado para ampliar o conhecimento da população sobre o tratamento e, principalmente, sobre a prevenção da doença.

PROGRAMAÇÃO NA RÁDIO

DIA 24 DE NOVEMBRO DE 2014 – SEGUNDA-FEIRA

08:00 – ABERTURA

• Palavra do Coordenador, Valdecir Braga; da Assistente social, Laura Lopes.
Tema: Inauguração da Casa de Apoio da ASAPAC – Santa Paulina
Apresentação da Semana de Combate e Prevenção ao Câncer
• Fabrício-Farmacêutico e bioquímico da Unimed Esclarecerá dúvidas sobre os exames que serão ofertados para a população na semana de combate e prevenção ao câncer.
• Depoimento da Otilia zanola – Paciente curada do câncer

DIA 25 DE NOVEMBRO DE 2014 – TERÇA-FEIRA

08 :00 –

• Palavra do Coordenador, Valdecir Braga
• Dr. Carlos de Abreu – Ginecologista
Prevenção e Combate ao Câncer de Mama e Útero
• Silvério Parada Júnior
A Musicoterapia e Fisioterapia como instrumentos de prevenção ao câncer

DIA 26 DE NOVEMBRO DE 2014 – QUARTA-FEIRA

08:00 –

• Palavra do Coordenador, Valdecir Braga
• Elzira D’ Santiago
Tema: Fisioterapia aliada à dança, reabilitando a saúde da mulher

DIA 27 DE NOVEMBRO DE 2014 – QUINTA-FEIRA

08:00 –

• Palavra do Coordenador, Valdecir Braga
• Dr. Frederico de Castro Escaleira - Oncologista
Tema: Dicas de Prevenção e a Importância do Diagnóstico Precoce para o combate ao Câncer

fonte: Asapac São Jõao del Rei

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

VOCÊ SABE OPERAR SATÉLITES ?


Com este artigo pretendo abrir uma série sobre este tema ainda pouco conhecido pelos colegas radioamadores. Nessa óptica, entenda-se por comunicações espaciais a comunicação das estações do Serviço de Amador com astronautas radioamadores a bordo de naves espaciais ou transbordadores, o uso de satélites artificiais em órbita para retransmissão das suas emissões ou simples recepção de informação e o uso de corpos celestes como a lua como repetidores passivos. Ainda este ano teremos oportunidade de possuir um repetidor na lua através de uma nave chinesa, segundo consta brevemente teremos um repetidor em Marte Aguardem, a tecnologia avança rapidamente, tente acompanha-la. Os satélites artificiais de comunicações podem ser geralmente agrupados em três tipos principais de acordo com os parâmetros da sua órbita em redor da terra. Assim sendo podemos classificá-los em satélites de baixa altitude com órbita quase circular, de alta altitude com órbita elíptica e os satélites geoestacionários. As órbitas de baixa altitude, tal como o seu próprio nome indica situam-se entre 335 Kilometros e os 40.000 Kilometros. Os satélites neste tipo de órbita descrevem um movimento circular em volta da terra atraída pela gravidade do planeta com poucas variações de altitude em relação a terra. Desta forma estes dispositivos dão várias voltas ao mundo por dia passado sempre por cima de regiões diferentes já que se afastam algumas dezenas ou centenas de Kilometros em relação aos pontos em terra por baixo de si na passagem anterior. Nas órbitas de alta altitude, os satélites para além desse movimento circular em volta do planeta ainda exibem uma outra particularidade que é o movimento elíptico, ou seja, cada movimento de rotação tem um ponto de maior afastamento e outro de maior proximidade em relação a terra. Os satélites geoestacionários mantêm uma órbita fixa a cerca de 35.800 Kilometros acima do equador. Só é possível manterem-se 24 horas por dia nessa posição porque viajam precisamente à mesma velocidade do planeta e na mesma direção. A grande necessidade do seu uso obrigou a estabelecer-se uma cintura com 3º de longitude de separação obrigatória entre cada uma das posições pré-definidas para alojamento destes satélites usados sobretudo para ligações intercontinentais de rádio, televisão, telefone e outros tipos de comunicações. Até à presente data não há conhecimento de nenhum tipo possível de utilização de satélites geoestacionários no serviço de amador por satélite para comunicações. Como vimos em relação aos satélites de órbitas quase circulares e elípticas a sua posição em relação ao solo varia com o tempo. Este fato torna a comunicação ou a simples recepção dos seus sinais somente possível quando não há impedimentos ou barreiras físicas na ligação com a estação terrestre, ( nomeadamente só quando o satélite se eleva acima do horizonte). O conjunto de parâmetros usados para calcular a posição atual do satélite em relação ao ponto da terra onde se encontra a estação de solo denominam-se Elementos Keplerianos. Qualquer computador pessoal dispõe hoje de uma incrível variedade de programas ou aplicações informáticas mais ou menos sofisticadas e precisas para cumprir esta operação com sucesso na estação de radiocomunicações, o que torna fácil e acessível. Associações de radioamadores que se dedicam a este tipo de comunicações como a  AMSAT  e  organizações espaciais como a NASA, (entre outras entidades), fornecem e atualizam mesmo via Internet listagens de Elementos Keplerianos para programação dos sistemas caseiros de cálculo de posicionamento, tornando-se a única responsabilidade do radioamador a inserção esses dados no programa sempre que ache necessário fazê-lo. Para se trabalharem os satélites que disponibilizam comunicações no serviço de amador por satélite as estações devem equipar-se com os meios adequados a fazerem uso dos repetidores ou instrumentação instalada a bordo. Correntemente, a maior parte das comunicações acessíveis destes satélites são sobretudo as retransmissões do sinal, seja este em telefonia ou nos modos digitais. Para esta operação, tal como acontece com as vulgares estações repetidoras terrestres, existe um canal de acesso e um de saída ou recepção. Estes canais são vulgarmente conhecidos como " uplink " ( canal de subida ) e " downlink " ( canal de descida ). Sendo o ideal possuir-se também uma forma de se receber o canal de descida em simultâneo, ( sobretudo para se poder escutar a própria emissão e dessa forma se corrigirem quaisquer eventuais defeitos como os desvios do efeito Doppler provocado por alguns fenômenos físicos comuns a todas comunicações espaciais). Para facilitar tecnicamente esta tarefa, o canal de subida e o de descida estão em segmentos diferentes bandas situadas nas faixas de freqüências atribuídas ao serviço de amador por satélite. A correspondência entre freqüências nas duas bandas pode ser invertida ou não. Nas correspondências não invertidas sabemos que basta somar ou subtrair um número certo de MHz para acharmos o resultado certo dessa conversão. Para nos deslocarmos dentro do segmento de operação desses satélites sabemos que deverá ser percorrido o mesmo espaço numa e noutra banda para tudo bater certo se não houver qualquer tipo de fenômeno que possa ser integrado nas exceções à regra. Vamos tomar com exemplo o fator de conversão de – 116,400 MHz. Se estivermos a emitir no canal de subida em 145,825 MHz devemos ir escutar a freqüência de 29,425 MHz para a resposta ou mesmo para monitorizarmos a nossa própria emissão. Se nos deslocarmos depois para 145.850 MHz a freqüência de escuta para o canal de descida passa então para 29,450 MHz e assim sucessivamente. Usaremos neste caso como exemplo um canal de subida na freqüência de 145,825 MHz ao que corresponde um canal de descida em 435,225 MHz. Se avançarmos para a freqüência de 145,850 MHz não teremos como correspondente o canal de descida em 435,250 MHz, como no exemplo anterior, mas de 435,200. A explicação advém de não haver uma conversão direta fixa de + 289,400 MHz, pois no canal de subida à medida que vamos aumentando a freqüência vamos diminuindo no canal de descida e vice-versa. Nesta ordem de idéias chegamos á conclusão que na freqüência do centro da banda haverá aí sim uma diferença fixa de cerca de 289,300 MHz que vai aumentando à medida que nos deslocamos para os extremos da banda em qualquer das direções. Esta norma é valida quer para os casos em que a freqüência de descida é superior à de subida ou em caso contrário como no primeiro exemplo. Quando as correspondências se invertem como no segundo exemplo, o efeito Dopller é mais fácil de controlar. Este fenômeno deve-se à velocidade de deslocação entre o satélite e a estação terrestre fixa sendo proporcional à freqüência do sinal. Nos casos das comunicações através de satélites com órbitas circulares ou elípticas este ligeiro desvio de freqüência é diferente consoante cada faixa de freqüências do serviço amador por satélite A diferença de freqüência está também relacionada com a altitude. Em satélites de órbita elíptica o efeito de Doppler no apogeu é cerca de oito vezes menor do que se faz sentir no perigeu. Há ainda que ter em consideração este fator de desvio na freqüência tanto no canal de subida como no canal de descida. Para a operação dos satélites pelos radioamadores existem vários modos pré-definidos.  Numa próxima oportunidade vamos ficar a conhecer alguns satélites e a sua forma de operação em particular
Na esperança de que o presente artigo seja do agrado de todos espero seus comentários, críticas ou sugestões, pôr agora despeço-me com um forte e cordial    
73 do Mário PY2 MX K

fonte: Informativo Radioamadoristico PY2MoK

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

2° Encontro de Radioamadores de Itanhaém-SP


Um convite  especial, de – PY2WDD Mozart

Essa é uma grande oportunidade para nos reunirmos pessoalente, partilhando momentos em conjunto, curtindo a alegria de podermos estar com pessoas que praticam o mesmo hobby que nós, que têm interesse na radiocomunicação e que praticam o radioamadorismo constantemente, fazendo dele uma parte de nosso dia-a-dia.
O encontro será realizado em Itanhaém, litoral sul de São Paulo, com acesso por rodovias totalmente remodeladas e seguras, cerca de 110 km da capital do estado.
O encontro será nos dias 14, 15 e 16 de novembro, sendo que a diária, com todas as refeições – café da manhã, almoço e jantar – é de R$ 110,00 por pessoa, sendo que apenas as pessoas abaixo de 7 anos não pagam.
Para as mulheres que acompanharem os radioamadores, haverá uma série de atrativos, promovidos pela esposa do Mozart, que incluem corte de cabelo, unhas e muito mais, tudo gratuitamente.
Além de desfrutar da maravilhosa cidade de Itanhaém, esse tipo de reunião de radioamadores nos dá uma ideia real daqueles que usam suas estações de rádio, não apenas para se divertirem e se comunicarem, mas muito além disso, dessa enorme rede de comunicação que juntos formamos, como uma verdadeira força de reserva nacional.
Programe-se e, quem sabe, poderemos nos encontrar por lá.

terça-feira, 28 de outubro de 2014

"AVIAÇÃO EM FOCO"


Força Aérea brasileira 01 unidade (Transporte de membros do governo)
Tipo Avião comercial
Fabricante: Airbus
(Consórcio Europeu de Fabricação de Aeronaves)
Alemanha,França,Reino Unido,Espanha
País de Origem Multinacional
Primeiro voo: 22 de fevereiro de 1987
Introdução: 28 de março de 1988
Produção: 1987
presente: 6046 até abril de 2014
Capacidade de passageiros: de 107 com 2 classes a 2201 passageiros
Capacidade de carga: 21,21 M³ à 51,73 m³
Custo unitário: de 55 a 66 milhões de dólares
Dimensões: Comprimento 37,57 metros
Envergadura: 34,10 metros
Altura: 11,76 metros
Área (asas): 122,601 m²
Pesos:
Peso máx. decolagem: 77.000 kg
Propulsão:
Motorização: CFM International CFM56 19 500 lbf (8 840 kgf)1
Força de empuxo: 96 à 1471 kN
Performance:
Velocidade máxima: 890 km/h
Velocidade de cruzeiro: 0.78 Ma1
Altitude máxima: 12000 (todos), menos os 12500 dos (A319 CJ e A321)1 metros
Alcance (MTOW):5700 à 12000 (A319 CJ)1 km
Distâncias de decolagem: Pista min. decolagem 18281 metros
Notas:
Capacidade de combustível
24,050 l (A318-100) à 30,190 l (A319-100 / A319LR / A319CJ / A320-200)1

fonte:wipedia.org/wiki/

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

ASSUSTADOR 2,04 % DA CAPACIDADE.

REPRESA DE CAMARGOS 21/10/2014


Última medição: 21 de outubro de 2014
Nível em metros de altitude : 899,56m
Nível % do volume máx : 2,04%
Vazão afluente(volume de água entrando no reservatório) : 21 m³/s
Vazão defluente(volume de água saindo do reservatório) : 66 m³/s

fonte:www.represadecamargos.com.br










NOTA DE FALECIMENTO: SAULO QUAGGIO PY2KO


SAULO QUAGGIO PY2KO (08.03.1947 – 21.10.2014)




Com profundo pesar e tomado pela emoção comunico o falecimento, ocorrido por volta das 07h00 do dia (21/10), do nosso colega SAULO QUAGGIO PY2KO, que precocemente nos deixou aos 67 anos de idade.
Brilhante engenheiro eletrônico, o Saulo era reputado com um dos mais capacitados colegas que tínhamos no país. Autor de projetos renomados e inovadores como o amplificador linear “Burrico Branco” (publicado na QEX) e o transmissor e o receptor “Supermouse”, o Saulo estava sempre presente nas faixas, principalmente nos 40 metros em AM, e também presente em todos os encontros e eventos do Radioamadorismo.
Carismático e ao mesmo tempo simples e humilde, o Saulo tinha uma verdadeira legião de fãs, que como eu, certamente sentirão sua falta!
Lutando bravamente contra uma grave enfermidade, o Saulo pouco tocava nesse assunto, reservado aos amigos mais próximos, mas infelizmente não conseguiu vencer a batalha. Acabou fazendo QSY para frequências muito mais altas, próximas da Luz.
Ciente de que teria pouco tempo de vida, postou num blog pouco antes de partir alguns de seus interessantes projetos, como uma última lembrança aos colegas:

Perdemos um inigualável amigo e o Radioamadorismo brasileiro um de seus mais brilhantes expoentes.

Aos amigos e familiares, nossos sentimentos.73

fonte:Adinei PY2ADN

terça-feira, 21 de outubro de 2014

" AVIAÇÃO EM FOCO "


Cessna 208B Grand Caravan

 - Aeronave extremamente econômica, um dos monomotores turboélice mais vendidos do mundo
TIPO: TRANSPORTE
MODELOS NO BRASIL: C-98 C-98A
EM ATIVIDADE NA FORÇA AÉREA BRASILEIRA 34 SENDO UM PERDIDO EM ACIDENTE .

Descrição
Fabricante Cessna Aircraft Company
Missão Utilitário, executivo e transporte regional de passageiros
Tripulação 1 piloto e 1 co-piloto
Dimensões
Comprimento Aprox. 12,6 m
Envergadura Aprox. 15,8 m
Altura Aprox. 4,3 m
Propulsão
Motores Pratt & Whitney Canada PT6A
Performance
Velocidade máxima Aprox. 320 km/h

O Cessna Caravan é uma econômica e robusta aeronave monomotor turboélice de asa alta e construção convencional metálica, usada com muita frequência em mais de 60 países para transporte executivo de passageiros, transporte de cargas aéreas para empresas de táxi-aéreo e outras pessoas jurídicas, para uso militar no transporte para regiões de difícil acesso, e para transporte regional de passageiros por companhias aéreas regionais, com capacidade para transportar até sete passageiros em viagens interestaduais e intermunicipais, projetada, desenvolvida e fabricada nos Estados Unidos desde a década de 1980 pela Cessna Aircraft Company, um dos maiores fabricantes de aeronaves executivas do mundo.O Cessna Caravan (conhecido também como Cessna 208A) é um projeto totalmente original da Cessna, que desde o início deu prioridade aos aspectos de simplicidade e robustez no projeto da aeronave, com ênfase a itens como flaps elétricos e trem de pouso fixo, com o objetivo de reduzir o máximo possível os custos de manutenção da aeronave, sem prejudicar a segurança de vôo. A opção pelo confiável motor canadense Pratt & Whitney PT6A também foi estratégica, é o motor turboélice mais vendido do mundo, com serviços de manutenção disponíveis em um grande número de localidades em muitos países do mundo

MERCADO

Os principais mercados para a aeronave são o de transporte executivo, transporte de passageiros por companhias aéreas regionais e de taxi aéreo, transporte de carga aérea e transporte militar, porém a versatilidade da aeronave também permite o uso em outras situações, como lançamento de paraquedistas civis e o uso por agropecuaristas, por exemplo.Alguns dos principais concorrentes do Cessna Caravan são o Pilatus PC-12, o Piper Malibu Meridian e o Socata TBM da Socata, embora a velocidade de cruzeiro do Caravan seja inferior às velocidades de cruzeiro do Pilatus PC-12 e Socata TBM.O Cessna Caravan é utilizado principalmente como utilitário, para o transporte de pessoas e de pequenas cargas. A versão especializada em transporte exclusivo de carga aérea é conhecida como Cargomaster. Essa versão não tem janelas, tem piso reforçado e portas traseiras mais largas que as demais versões.Atendendo a pedidos de clientes, ainda na década de 1980 o fabricante norte-americano Cessna passou a disponibilizar a versão alongada da mesma linha de aviões, chamada Cessna 208B Grand Caravan, um derivado com espaço interno aumentado e melhorado para transportar até nove passageiros em viagens interestaduais e intermunicipais.O Cessna 208B Grand Caravan, com fuselagem alongada, e o seu irmão menor Cessna 208A Caravan, podem ser equipados com bagageiro externo fixado na parte de baixo da fuselagem da aeronave, solução adotada também em outros modelos de aeronaves com motorização turboélice de outros fabricantes, como, por exemplo, os bimotores Jetstream 31 e Jetstream Super 31 da British Aerospace.O resultado final foi satisfatório para os clientes na década de 1980, com reflexos imediatos no volume de vendas, com mais de 1.400 unidades de Caravan e Grand Caravan vendidas até hoje, um grande sucesso de vendas que é a prova definitiva de uma nova tendência no mercado mundial de aeronaves, muito favorável aos monomotores turboélice.

Desenvolvimento 

Na década de 1980, percebendo claramente a existência de uma lacuna nesse nicho de mercado, a Cessna iniciou o desenvolvimento do Cessna Caravan, que logo despertou a atenção e o interesse da empresa de transporte de cargas aéreas americana Federal Express (Fedex), o primeiro grande cliente do avião.A aeronave tem sido usada intensivamente desde então por companhias aéreas regionais e de táxi aéreo, transporte de carga aérea e para transporte militar em localidades de difícil acesso, com baixo tráfego de pessoas ou pouco volume de cargas, alimentando as linhas principais ou hubs com aeronaves maiores.O Caravan voou pela primeira vez em 1982. O primeiro modelo de produção foi denominado 208A. A versão alongada Grand Caravan voou pela primeira vez em 1986 e recebeu a designação 208B.Pela capacidade de pousar e decolar em pistas de pouso sem pavimentação, é usado por agropecuaristas de vários países como meio de transporte para visitas às suas fazendas e também por empresários e executivos para visitas às filiais de empresas, fornecedores e revendedores.Os monomotores Cessna Caravan e Cessna Grand Caravan já saem de fábrica com radar meteorológico colorido, GPS e TCAS. São instrumentos de fundamental importância para uma viagem segura e tranquila, sem surpresas desagradáveis na rota...O moderníssimo conjunto de aviônicos com EFIS (Electronic Flight Instrument System) é útil porque facilita a navegação e reduz a carga de trabalho do piloto.A versão executiva pode ser encomendada equipada com ar-condicionado e assentos especiais, mais confortáveis, e outros itens de conforto.

No Brasil

Oferecido para a Força Aérea Brasileira, o Caravan foi rejeitado inicialmente como aeronave de carga por sua autonomia limitada a rotas curtas e médias e por ser uma aeronave monomotora (supunha-se que a operação sobre a Amazônia seria arriscada demais, pois em caso de falha do motor não existem locais de pouso alternativos). Mas foi aceito inicialmente como aeronave orgânica do Centro de Lançamento de Alcântara.Durante sua operação, verificou-se que a aeronave é confiável, fácil de pilotar, robusta, fácil de operar e de manter, o que levou a compras adicionais do modelo. A aeronave opera com facilidade em pistas de terra ou precárias, mostrando-se uma alternativa aos maiores Bandeirantes para o transporte de pequenos volumes, como aeronave de ligação ou pequeno número de passageiros.Essas características se mostraram ideais para as necessidades da FAB, que adquiriu mais aeronaves para integrar algumas unidades aéreas (1º ETA, 7º ETA e 2º/6º GAv) e outras organizações militares, como aeronave orgânica. Devido a essas qualidades, vários pilotos o chamam carinhosamente de “Avião 4X4” pelo fato da infra-estrutura aeroportuária do Brasil ser precária em várias localidades do interior brasileiro, em que sua operação é necessária.A FAB possui em operação cerca de 7 aeronaves Caravan (208A) e cerca de 10 aeronaves Grand Caravan (208B), estas aeronaves receberam a designação C-98 e C-98A.A Polícia Federal Brasileira também adquiriu, na década de 2000, várias aeronaves Cessna 208B Grand Caravan.

fonte:wiki.org


sexta-feira, 17 de outubro de 2014

"Corrente do Bem"





 MAIS UMA VEZ O RADIOAMADORISMO FEZ O SEU PAPEL: SENDO PONTE ONDE A TECNOLOGIA NÃO ESTAVA PRESENTE.
 NOS ÚLTIMOS CINCO DIAS INCÊNDIOS ASSOLARAM  AS SERRAS DE  CARRANCAS E MINDURI-MG, QUEIMANDO MAIS DE QUINZE QUILÔMETROS DE ÁREA.
 QUEREMOS AQUI CONFORTAR AS FAMÍLIAS QUE PERDERAM SEUS ENTES QUERIDOS NO COMBATE AO FOGO.  AGRADECER A  TODOS QUE ESTIVERAM  ENVOLVIDOS DIRETA OU  INDIRETAMENTE  NESTE MOMENTO TÃO DIFÍCIL.
FAZEMOS NOSSAS AS PALAVRAS DO NOSSO AMIGO RADIOAMADOR, SANDRO TEIXEIRA PU4-SDM , QUE COM O SEU RÁDIO E  SEU VEÍCULO APROPRIADO FOI INCANSAVELMENTE  UM  ANJO DA GUARDA NESTA CATÁSTROFE AMBIENTAL.


"Queria agradecer e parabenizar aos Radioamadores que se mobilizaram na ajuda contra o incêndio que assolaram as montanhas de Minduri/Carrancas. Através da Repetidora Campo Das Vertentes 146.630 ,foram feitos vários contatos em tempo real, de forma efetiva e clara no momento dos acontecimentos. Através dos Sr's Diego Teixeira, Pedro Ivan com informações reais dos focos dos incêndios e principalmente o Sr Edgar Rene ,com informações diretas do 11° Batalhão de Infantaria e também a Brigada de incêndio B1 ligada ao Comando Central de Belo Horizonte. Informações que nos colocou um passo a frente de algumas autoridades locais e até mesmo do Corpo de Bombeiros.
Prova essa , que na quinta feira dia 16/10/2014 as 9:45 Am ,recebi uma ligação da B1, que disponibilizariam 2 aviões para combate as chamas ! Digo que estávamos a frente dos bombeiros pois o Sub Tenente estava do meu lado e não sabia dessa informação.
Enfim, através dos esforços de todos ,principalmente das vítimas do incêndio, radioamadores, brigadista, voluntários, funcionários públicos de Carrancas, produtores rurais e mais uma massa de anônimos, foi criada uma corrente do bem ,na qual tem que ser aperfeiçoada e seguida !"




 

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

VEM AÍ REPETIDORA PY4-RAA SANTA CRUZ DE MINAS - MG

 PY4-RAA A CAÇULINHA DO CAMPO DAS VERTENTES .


COMUNICAMOS QUE EM BREVE  ESTARÁ NO  AR  A MAIS NOVA REPETIDORA DE VHF 2 METROS DO CAMPO DAS VERTENTES A   PY4-RAA   DA CIDADE DE SANTA CRUZ DE MINAS-MG NA FREQUÊNCIA DE 145230.

SANTA CRUZ DE MINAS-MG

É uma cidade desmembrada do município de Tiradentes, onde era um bairro chamado Porto Real, sua ocupação data do século XVIII. Na região denominada Córrego (Arraial do Córrego), teve origem o povoamento da atual Santa Cruz de Minas. Ali, se estabeleceram, em antigas fazendas, os primeiros moradores vindos do Porto Real da Passagem, à margem direita do Rio das Mortes. Este arraial, com o passar dos tempos, começou a pertencer à Vila São José, hoje Tiradentes, e só em 1995 aconteceu a sua emancipação. Em 1937, foi celebrada a primeira missa campal, com a benção da pedra fundamental para a construção da capela, e erguido, no local, um cruzeiro que originou o nome de Santa Cruz de Minas. Integra o Circuito Turístico Trilha dos Inconfidentes e o Circuito Estrada Real. Próximo a Cachoeira Bom Despacho, está o marco zero da Estrada Real.

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Linkagem entre Repetidores VHF utilizando a faixa de frequência UHF, isso pode?


A linkagem entre repetidores gerou dúvidas para alguns radioamadores.

Nós mantenedores das repetidoras PY4-RLB (147.330), PY4 RBZ (439.450)da cidade de Bom Sucesso, PY4-RCV(146.630) , PY4RCK (439.200) da cidade de São João del Rei e PY4-RPI (147.380) da cidade de Piumhi-MG recebemos vários pedidos de esclarecimento a cerca do assunto e buscamos a resposta, prioritariamente na própria ANATEL, tendo nos informado ser legal a utilização do respectivo link.

Para satisfazer os insatisfeitos e duvidosos, não questionando o posicionamento da ANATEL, que já foi favorável ao link, procuramos um advogado, coincidentemente radioamador - PU4 WGW-, para que interpretasse aos olhos da lei a base legal para o questionamento.

Assim dispõe o Art. 40, inciso III, da  Resolução nº 449 de 17/11/2006 / ANATEL - Agência Nacional de Telecomunicações (D.O.U. 01/12/2006):

"Art. 40. A transmissão simultânea em mais de uma faixa de frequências é permitida nos seguintes casos:

... III - Nas experimentações e comunicações normais que envolvam estações repetidoras ou que exijam, necessariamente, o emprego de outra faixa de frequências para complementação das transmissões."

O art. em questão é bastante claro quanto a utilização de MAIS DE UMA FAIXA DE FREQUÊNCIA, no caso a transmissão simultânea (link) VHF/UHF.

A dúvida levantada por alguns poucos radioamadores - de ser ilegal a utilização de links entre repetidoras - não prospera, pois, a princípio, se fosse ilegal, ou irregular, a ANATEL não teria fornecido a autorização para o funcionamento das estações repetidoras.

Portanto, se a repetidora está legalizada junto à ANATEL não há o que se discutir, contudo tal dúvida, se acaso permanecer, poderá ser questionada administrativamente ou judicialmente.

Enfim, conforme expressa o inciso III do art. 40 da Resolução n. 449/2006/ANATEL, numa simples interpretação, e respondendo à pergunta formulada, temos que as comunicações normais (transmissões) que envolvam estações repetidoras ou que exijam o emprego de outra faixa, no caso, V/U, É LEGAL .

Mantenedores.

"Aviação em Foco"


 Embraer EMB-110 Bandeirante

Descrição

Fabricante Brasil Embraer
Missão Aeronave de Transporte
Tripulação 2 ou 3

Dimensões
Comprimento 15,08 m
Envergadura 15,32 m
Altura 4,73 m
Área (asas) 29 m²

Peso
Peso bruto máximo 5.670 kg

Propulsão
Motores 2 motores Pratt&Whitney PT6A-34

Performance
Velocidade máxima 426 km/h
Alcance 1.900 km
Teto máximo 8.260 m

 É um avião turbo-hélice com capacidade de 15 a 21 passageiros, para uso civil ou militar, desenvolvido pela fabricante brasileira Embraer.

Histórico
No final da década de 1960 o governo brasileiro desencadeou uma política de expansão da indústria nacional, época em que havia a necessidade de se obter um avião de propósito geral, para uso civil e militar, a ser utilizado no transporte de cargas e passageiros. Desta forma promoveu o desenvolvimento de uma nova aeronave, que viesse a operar com baixo custo operacional e fosse capaz de ligar regiões remotas e dotadas de pouca infra-estrutura.
Coube a uma equipe do Centro Técnico Aeroespacial, liderada inicialmente pelo projetista francês Max Holste, a missão de desenvolver o produto.
Nasceu assim o Bandeirante, primeiro avião comercializado pela então estatal EMBRAER, e o primeiro grande projeto da empresa, com 498 unidades vendidas para diversos países, incluindo forças armadas. Foram 253 aeronaves para o Brasil e 245 para o exterior1
Usado para o transporte de passageiros, carga, busca e salvamento, reconhecimento fotográfico, originou também uma versão de patrulha marítima, o Bandeirante Patrulha, que recebeu o apelido de Bandeirulha.

Versões
EMB-100 - modelo de pré-série do projeto IPD/PAR 6504 do CTA (conhecido na FAB como YC-95) equipado com motor turboélice Pratt & Whitney Canada PT6A-20 de 550HP, janelas ovais e capacidade para oito passageiros. Foram construídos três aviões. Primeiro voo: 22 de outubro de 1968.
EMB-110 - modelo de produção inicial para transporte militar com doze lugares. Equipado com motores Pratt & Whitney Canada PT6A-27 de 680HP em naceles redesenhadas alojando completamente o trem de pouso recolhido. Comprimento da fuselagem de 13,74 m e peso máximo 5.300 kg. Primeiro voo: 9 de agosto de 1972. Designação na Força Aérea Brasileira: C-95
EMB-110A - versão de calibragem de auxílios à navegação com capacidade para até seis passageiros/operadores. Designação na Força Aérea Brasileira: EC-95
EMB-110B - versão de aerofotogrametria com câmaras Zeiss e aviônicos adicionais com capacidade para até cinco passageiros/operadores. Designação na Força Aérea Brasileira: R-95
EMB-110B1 - versão especial do EMB-110B com alternativa de conversão rápida para transporte de até catorze passageiros. Duas unidades construídas, uma para a Força Aérea do Uruguai e outra civil.
EMB-110C - versão de transporte civil com quinze (às vezes doze ou dezesseis) lugares, desenvolvido especialmente para atender o transporte aéreo regional. Cinco exemplares foram fornecidos para a Força Aérea do Uruguai.
EMB-110C (N) - versão especial do EMB-110C com dispositivos anti-gelo fornecido para a Marinha do Chile.
EMB-110E - versão de transporte executivo do EMB-110C com seis/oito lugares.
EMB-110E (J) - versão do EMB-110E com equipamento especial.
EMB-110K1 - versão de transporte militar com capacidade para 1.650 kg entregue a partir de maio de 1977. Equipado com motores Pratt & Whitney Canada PT6A-34 de 750HP, deriva ventral, comprimento da fuselagem de 14,60 m, porta de carga traseira e porta extra de passageiros/tripulação. Designação na Força Aérea Brasileira: C-95A
EMB-110P - versão de transporte civil do EMB-110K1 com dezoito lugares. Equipado com motores Pratt & Whitney Canada PT6A-27 ou PT6A-34. Primeiro voo: janeiro de 1976.
EMB-110P1 - modelo de conversão rápida passageiros/carga do EMB-110P
EMB-110P2 - modelo de conversão rápida passageiros/carga do EMB-110P com até 21 lugares, sem porta de carga e com peso máximo de 5.670 kg.
EMB-110P1 (K) - versão de conversão rápida passageiros/carga do EMB-110K1 com carga útil semelhante. Designação na Força Aérea Brasileira: C-95B
EMB-110P1SAR - versão SAR do EMB-110P1 (K) com acomodações para seis macas e peso máximo de 6.000 kg. Designação na Força Aérea Brasileira: SC-95B
EMB-110P1A - versão civil, com as sub-variantes EMB-110P2A, 110P1A/41 e 110P2A/41 iguais a P1 etc, mas com diedro dos estabilizadores horizontais de 10°, melhor isolamento acústico e outras alterações. Entregue a partir de dezembro de 1983. Designação na Força Aérea Brasileira: C-95C
EMB-11OS1 - versão de pesquisa geofísica do EMB-110C com maior volume de tanque interno da asa, haste de magnetômetro na cauda, dois operadores de equipamentos e motores Pratt & Whitney Canada PT6A-34 de 750HP. Um modelo civil vendido.
EMB-110M - versão modernizada da aeronave militar brasileira, em operação desde 2012.